Quando não há confiança, emerge a burocracia.

Conflitos entre as áreas de negócio e tecnologia são tão frequentes que parecem ser naturais.

Pessoas do negócio reclamam da falta de capacidade das áreas técnicas em fazer estimativas assertivas e cumprir acordos. Gente de tecnologia reclama que pessoas do negócio não conseguem especificar o que precisa ser feito de forma clara e, além disso, “mudam de ideia” frequentemente.

Processos rebuscados são definidos e ignorados. Brotam documentos de especificação técnica, que ninguém lê, cheios de linguagem rebuscada e ambígua quem ninguém entende. Horas e horas de gente muito boa são desperdiçadas em estimativas que ninguém usa. Burocracia!

A burocracia emerge, quase sempre, da falta de confiança! Alguma parte, por não confiar em outra, institui um “controle” novo, um processo mais rigoroso. Conversar já não basta, é preciso que tudo fique registrado de alguma forma (aquele email, sabe?!). Infelizmente, a burocracia não resolve o problema, somente amplifica o ruído e compromete ainda mais as relações.

A burocracia aumenta os custos comprometendo margens ou prejudicando os clientes. Entendendo que a competição é sempre pelo lucro, a falta de confiança, de onde se origina a burocracia, nos torna menos competitivos.

Jonathan Rasumusson, que já trabalhou no Spotify, destaca que, em projetos de software, existem três grandes verdades:

  1. É impossível conhecer todos os requisitos de um software quando estamos começando seu desenvolvimento;
  2. Independente do nível de critério empregado, os requisitos identificados inicialmente vão mudar;
  3. Sempre haverá mais por fazer do que orçamento e tempo.

O manifesto ágil surgiu como uma constatação dessas verdades e dá bons indicativos de uma direção a seguir. Entretanto, o senso comum faz com que essas verdades sejam ignoradas, expectativas sejam frustradas, que pessoas boas e comprometidas deixem de confiar umas nas outras e que a burocracia ineficiente se consolide nas organizações.

A solução para a burocracia é a restituição da confiança. Confiança surge pelo relacionamento. Relacionamento exige “repetição” (consistência e persistência em tentar comunicar abertamente limitações e incompetências)

Conflitos entre as áreas de negócio e tecnologia não são naturais.

2 Comentários
  1. Vinicius Mamoré

    Muito interessante essas 3 verdades e quão condizentes com a realidade elas são, obrigado por mais um post!

  2. Maria de Fátima Fagherazzi Pizzoli

    Super atual e verdadeiro. Se as partes reconhecessem isso, muito desgaste seria evitado. Projetos de software envolvem geralmente processos de negócios, que compreendem mudanças e todo o pacote de resistência a elas… Empatia e confiança: fundamentais para construção de relacionamentos duradouros.
    Adorei o post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *