Fundamentos para Negócios Digitais

1-9-90

Em nossas consultorias, ressaltamos, sempre, a necessidade de desenvolver negócios que realmente atendam as necessidades dos clientes.

A única maneira de saber o que o cliente espera ou precisa é perguntando a ele ou, em muitos casos, observando sua rotina. Suposições baseadas em experiências passadas de quem está desenvolvendo o novo negócio, sem envolver o cliente, geralmente estão equivocadas.

Muitas empresas, entretanto, ficam receosas, naturalmente, em pautar suas decisões pela visão de um cliente por entender que há o risco de que as necessidades desse cliente não reflitam o mercado. Em nossa experiência, entretanto, esse receio não é justificado.

Entendemos que, assim como acontece nas comunidades on-line, é possível separar os clientes, em qualquer mercado, em três grupos distintos: criadores, colaboradores (adaptadores) e seguidores. Em termos simples, dentre os clientes, 1% cria métodos e soluções, 9% adapta e incrementa, e 90% copia com pouco ou nenhum critério.

O processo de desenvolvimento de um novo negócio implica em identificar, no segmento ou nicho que se pretende atuar, quem são os clientes “criadores” ou “adaptadores”. Nossas soluções devem ser desenvolvidas em parceria com esses clientes. Dessa forma, maior será o depósito de valor do nosso negócio. Afinal, estaremos “encurtando caminho” para as práticas de referência.

Mais posts da série Fundamentos para Negócios Digitais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *