Os significados originais (e úteis) de Inovação e Empreendedorismo

Inovação e empreendedorismo são dois termos que tem sido usados de forma exagerada e, muitas vezes, equivocada. Há confusão notória entre inovação, invenção e criatividade. Também há muita confusão entre administração e empreendedorismo.

De um simples desconforto, até a busca por uma nova fonte de receita, é a necessidade que nos faz romper o equilíbrio e buscar a invenção.

A necessidade é a mãe das invenções. (Platão)

Entretanto, não devemos confundir invenção com inovação, pois são coisas diferentes.

O atendimento pleno de expectativas gera acomodação. Na empresa, quando as expectativas de faturamento estão sendo cumpridas naturalmente, o lucro esperado está sendo gerado, é comum que pouco ou nenhum esforço seja feito para buscar o novo. É, geralmente, quando a crise se aproxima que o espírito inventor aflora.

Entretanto, não devemos confundir invencionismo com empreendedorismo, pois são coisas diferentes.

É o crescimento acelerado de expectativas relacionadas a TI, por exemplo, confrontado com as limitações naturais dos times, que tem feito surgir tantas invenções visando acelerar processos de desenvolvimento.

Quando as demandas por desempenho superam em muito nossas capacidades de empenho, criamos ferramentas de produtividade.

Entretanto, não devemos confundir criatividade com inovação, pois são coisas diferentes.

Joseph Schumpeter, economista austríaco, observou que é a expectativa pela geração do lucro, muito acima da remuneração convencional do capital, que leva o capitalista a tentar romper com o equilíbrio econômico introduzindo um novo bem de mercado, a descoberta de novo meio de produção ou comercialização, a exploração de uma nova matéria-prima. Isso, segundo Schumpeter, é inovação.

A inovação, observa Schumpeter, demanda práticas empresariais bem diferentes das convencionais. Enquanto a produtividade, na gestão da rotina demanda que nos concentremos na redução de custos, quando estamos inovando o objetivo deve ser reduzir a incerteza. O mindset necessário para a inovação, onde o foco deixa de ser a redução de custos e passa a ser eliminação de incertezas, é empreendedorismo.

Não podemos confundir administração com empreendedorismo, pois não são a mesma coisa.

Organizações inovadoras só existem com empresários empreendedores. Não há empreendedorismo sem inovação.

Em Resumo
  • O problema

    Inovação e empreendedorismo são dois termos que tem sido usados em demasia, muito além dos significados originais e, por isso, estão perdendo seu valor. Inovação é diferente de invenção e criatividade. Empreendedorismo é diferente de administração.
  • O conceito

    Inovação é a busca for remunerações do capital muito acima do convencional. Inovação implica em “dinheiro novo”. Empreendedor é o empresário que entende que, para inovar, precisa se concentrar na redução das incertezas mais do que dos custos.
  • Importância

    Os significados originais ajudam a “tangibilizar” o que é necessário, de fato, para tornar uma organização inovadora e instituir o empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *