Cases de Transformação Digital

Zoom vale mais que as sete maiores companhias aéreas combinadas. Surpresa? Não. Validação do clássico “Miopia em Marketing”

Em 1960, Theodore Levitt, escreveu o clássico “Miopia em Marketing“. Trata-se de um reconhecimento de que clientes “compram” benefícios e não produtos. Mais de sessenta anos depois, continuamos confirmando essa premissa na prática.

Hoje, em plena pandemia, uma empresa de sofware, a Zoom, possui valor de mercado superior as sete maiores companhias aéreas do mundo combinadas.

extraído do site Visual Capitalist.

Produtos completamente diferentes, mas que atendem, com ampla sobreposição, uma mesma necessidade: reuniões executivas. Antes da pandemia, boa parte das reuniões eram presenciais e demandavam viagens aéreas. Agora, com a pandemia, quase a totalidade das reuniões acontece de maineira remota. Dessa forma, boa parte do valor das companhias aéreas foi transferido para empresas que fornecem software para reuniões on-line (como a Zoom).

Nada como a natureza pra eliminar uma ineficiência do mercado, criando novos horizontes de negócio. (Luciano Antoniolo)

O mais interessante é que a mudança na forma como as reuniões acontecem podem ter vindo para ficar. Recentemente, a XP investimentos anunciou que manterá o trabalho remoto, pelo menos, até o final do ano e há boatos de que, talvez, mantenham o formato em definitivo. Nesse “novo normal”, o valor das companhias áreas não foi “destruído”, apenas transferido, exatamente como Levitt argumentou em seu artigo clássico.

Será que o COVID-19 permanecerá por tempo suficiente para forçar outras transferências de valor? Qual o futuro dos restaurantes, cinemas e teatros? Continuaremos com esperas infindáveis em consultórios médicos ou estamos na emergência da telemedicina?

Em Resumo
  • O fato

    A pandemia do COVID-19 está transferindo valor das companhias aéreas para aplicativos de reunião on-line. Há bons indícios de que essa transferência pode ser definitiva.
  • O insight

    Clientes "compram" benefícios e não produtos. Modernamente, há uma infinidade de maneiras digitais emergindo para entregar o valor que os clientes esperam.

Elemar Júnior

Microsoft Regional Director e Microsoft MVP. Atua, há mais de duas décadas, desenvolvendo software e negócios digitais de classe mundial. Teve o privilégio de ajudar a mudar a forma como o Brasil vende, projeta e produz móveis através de software. Hoje, seus interesses técnicos são arquiteturas escaláveis. bancos de dados e ferramentas de integração. Além disso, é fascinado por estratégia e organizações exponenciais.

Talvez você goste também

Carregando posts…

Mais posts da série Cases de Transformação Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *