Software legado

O termo “legado” está associado a uma parte que permanece “viva” originada em algo ou alguém que não está mais presente. Quando associado a vida de seres humanos, “legado” geralmente tem conotação positiva. Entretanto, quando associado a software indica problemas para quem o mantém.

Nesta publicação, apresentamos nosso entendimento sobre Software Legado. Trata-se de um documento vivo que será atualizado na medida que conseguirmos aprimorar nosso posicionamento ou achar formas melhores de apresentar nossas ideias.

O que é um software legado?

Um software é considerado legado, quando perdeu completamente sua vitalidade, mesmo funcionando todos os dias. Além disso, ele impõe influência constante de decisões do passado em todos aqueles que o usam ou dependem dele.

O custo de manter software legado é crescente e, em casos extremos, chega a ser inviável.

Por que o legado é importante?

Por incrível que pareça, o software legado geralmente está associado a operações chave na organização. Assim, desliga-lo, muitas vezes, torna o negócio inviável.  Em termos simples, o legado “paga as contas”.

Além disso, o legado torna o custo de manutenção cada vez mais alto e, em tempos de “transformação digital”, acaba impactando negativamente a capacidade da organização se manter competitiva.

Como surge um software legado?

Em nossa experiência, identificamos que tornamos um software legado 1) pela insistência no uso e dependência de tecnologias obsoletas ou 2) pelo acúmulo descontrolado de dívidas técnicas.

Qual a relação do legado com a estrutura organizacional?

Há, sabemos, relação bidirecional entre a estrutura de comunicação de uma organização e o software que ela desenvolve (ativa ou passivamente). Assim, o software legado quase sempre impõe a empresa uma estruturação organizacional menos produtiva.

Como superar o legado?

O primeiro passo para a superação do legado é a identificação clara da intencionalidade estratégica da organização. Ou seja, explicitar e acordar de forma objetiva que direção a empresa precisa seguir e as “dores” impostas pelo legado. Não há como superar o legado sem patrocínio executivo forte e esse apoio é obtido através de demonstrações claras de oportunidades e ameaças associadas a manter as coisas como estão.

Garantido o patrocínio executivo, é fundamental ter clareza da condição atual. Para isso, é fundamental ferramentas de análise e produção de documentação abrangente para  “consensar o AS-IS” e que viabilize “projetar o TO-BE”.

Embora atualização da tecnologia seja importante, o negócio deve ser o foco. O legado causa prejuízos reais para o negócio e essa deve ser a ênfase.

Tecnologia é o meio, não o fim. Mesmo que um dos objetivos do projeto seja abandonar uma tecnologia obsoleta, se não for gerado nenhum valor novo para o negócio, será difícil conseguir prioridade e, principalmente, orçamento frente a outras iniciativas.

Por fim, é mais difícil, ou até mesmo impossível, superar o legado sem que se desenvolva o “senso certo” de urgência e agilidade. Gestão ágil – adotando ferramentas, práticas, técnicas e tecnologias ágeis – é indispensável.

Superar o legado certamente não é fácil, mas é fundamental para a continuidade do negócio.

Em Resumo
  • O problema

    Com frequência, software que perdeu a vitalidade é utilizado para manter processos chave nas organizações. Em tempos de "transformação digital", isso coloca em risco a capacidade de qualquer empresa se manter relevante, impactando negativamente sua competitividade, ameaçando sua sobrevivência.
  • As causas

    Software se torna "legado" pela insistência em usar ou depender de tecnologia obsoleta ou pelo acúmulo descontrolado de "dívidas técnicas". Não raro, acaba também implicando ou sendo vítima de estruturação organizacional burocrática ou ineficiente.
  • O que fazer

    Software legado precisa ser modernizado. Para isso, é importante obter alinhamento e patrocínio executivo - indicando as motivações estratégicas, "consensar" a condição atual, acordar a condição ideal, preparar o time e encaminhar a modernização com agilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *