Relação entre “Squads” e (Micros)serviços

Não forme squads em uma organização, sem revisar a arquitetura do software que ela produz. Não inicie um projeto baseado em (micros)serviços sem, antes, fazer uma revisão da estrutura organizacional. Ignorar essas recomendações, geralmente, implica em frustrações e prejuízos.

A lei de Conway é categórica e suas implicações são óbvias: Uma organização monolítica não consegue produzir microsserviços. Empresas que produzem softwares monolíticos não deveriam ter “squads”.

Squads são times multifuncionais, que conseguem desempenhar atividades organizacionais de ponta-a-ponta, com autonomia e alinhamentoEles reduzem a burocracia da organização pois reduzem a necessidade de documentos que nascem da falta de confiançaAfinal, pessoas de um mesmo time costumam confiar mais umas nas outras.

IMPORTANTE: Nem todo time é um “squad”. As vezes, é só uma “força tarefa”. As vezes, é só uma “equipe de trabalho”.

Para ter autonomia, as “entregas” de um squad devem ocorrer de forma independente. Se as entregas de um squad precisarem ser feitas com as de outros, acordos são necessários e a burocracia-para-confiança emerge.

Apenas times realmente autônomos conseguem produzir (micros)serviços com baixo acoplamento. Microsserviços com alto acoplamento não se justificam pois são, apenas, um pesadelo para a operação.

São necessários times realmente independentes para produzir (micros)serviços que não compartilham banco de dados.

A comunicação entre (micros)serviços será naturalmente assíncrona, se a comunicação entre os times que os produzem também for. Comunicação síncrona entre (micros)serviços revela, mais que possível falha de design de software, falha de design organizacional.

Falar sobre “Squads” implica falar sobre arquitetura de software. Falar sobre (micros)serviços implica em falar sobre estrutura organizacional.

IMPORTANTE: Talvez sua organização não precise ter “squads” e está tudo bem. Provavelmente sua organização também não precise de microsserviços e também está tudo bem. Mas, em nossa experiência, não dá para “geralmente é difícil comprar um sem levar o outro”.

Compartilhe este insight:

Comentários

Participe deixando seu comentário sobre este artigo a seguir:

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

AUTOR

Elemar Júnior
Fundador e CEO da EximiaCo atua como tech trusted advisor ajudando empresas a gerar mais resultados através da tecnologia.

SOLUÇÕES EXIMIACO

ESTRATÉGIA & EXECUÇÃO EM TI

Simplificamos, potencializamos 
aceleramos resultados usando a tecnologia do jeito certo.

COMO PODEMOS LHE AJUDAR?

Vamos marcar uma conversa para que possamos entender melhor sua situação e juntos avaliar de que forma a tecnologia pode trazer mais resultados para o seu negócio.

COMO PODEMOS LHE AJUDAR?

Vamos marcar uma conversa para que possamos entender melhor sua situação e juntos avaliar de que forma a tecnologia pode trazer mais resultados para o seu negócio.

+55 51 3049-7890
[email protected]

+55 51 3049-7890 |  [email protected]

0
Queremos saber a sua opinião, deixe seu comentáriox
()
x

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

O seu insight foi excluído com sucesso!

O seu insight foi excluído e não está mais disponível.

O seu insight foi salvo com sucesso!

Ele está na fila de espera, aguardando ser revisado para ter sua publicação programada.